PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
16/08/2017 11h04 - Atualizado em 16/08/2017 12h08

Ministério da Agricultura abre 300 vagas para veterinário com salários de R$ 6.710,58

Dourados Agora


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou edital com abertura de processo seletivo simplificado que busca preencher, por tempo determinado, 300 vagas para profissionais de inspeção veterinária com lotação em diversas cidades do país.

 

O cargo exige diploma de conclusão de curso de nível superior em Medicina Veterinária, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e registro ativo nos Conselhos Regionais ou Federal de Medicina Veterinária (CRMV ou CFMV). O salário inicial do cargo é de R$ 6.710,58, por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

 

Os candidatos aprovados serão contratados pelo período de um ano, admitida a prorrogação dos contratos, desde que o prazo total não exceda dois anos.

 

O certame será coordenado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), e o edital reserva 20% das vagas para os candidatos negros.

 

Inscrição

A inscrição será efetuada entre as 10 horas do dia 14 de agosto e 23h59min do dia 20 de agosto de 2017, exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.esaf.fazenda.gov.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 100,00.

 

Provas

O processo seletivo constará de prova objetiva de conhecimentos específicos, além de análise de títulos e experiência profissional. A prova objetiva será aplicada nas cidades de Belém-PA, Belo Horizonte-MG, Brasília-DF, Campo Grande-MS, Cuiabá-MT, Curitiba-PR, Florianópolis-SC, Goiânia-GO, Manaus-AM, Palmas-TO, Porto Alegre-RS, Porto Velho-RO, Recife-PE, Rio Branco-AC, Salvador-BA, São Luís-MA, São Paulo-SP e Teresina-PI, no dia 17 de setembro de 2017, nos endereços divulgados pela organizadora uma semana antes da prova.

 

Os gabaritos e as questões da prova aplicada estarão disponíveis no endereço eletrônico www.esaf.fazenda.gov.br a partir do primeiro dia útil após a aplicação das provas.

 

Os Médicos Veterinários deverão realizar inspeção ante e post mortem em animais das diferentes espécies de açougue e de caça, que envolvem avaliação documental, do comportamento, e do aspecto do animal e dos sintomas de doenças de interesse de saúde animal e saúde pública, podendo ainda envolver exame clínico, necropsia ou outros procedimentos visando sua destinação. Compreende, ainda, a observação, palpação, incisão e olfação de carcaças e suas partes, visando sua destinação, bem como deslocamento em plataformas altas e baixas em fluxo contínuo de produção e a necessidade de comunicação entre pares em local com alto nível de ruído. Emitir a documentação correlata exclusivamente às atividades de inspeção ante e post mortem.

 

A seleção valerá por um ano, a contar da data de sua homologação, possibilitada a sua prorrogação até o total de dois anos.