PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
02/10/2017 17h30 - Atualizado em 02/10/2017 18h33

Mônica Camolezi substitui Max Russi na Setas

Ronaldo Pacheco / Olhar Direto


Com longa folha de serviços prestados ao Estado, a assistente social Mônica Camolezi vai assumir a Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), em substituição ao deputado estadual Max Russi (PSB), remanejado para a chefia da Casa Civil. Embora tenha vasto período trabalhando no Estado, ela não possui qualquer ligação partidária e assume o posto com aprovação do governador José Pedro Taques (PSDB), por indicação do antecessor e com aval do presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho (PSB).



Max Russi foi anunciado no primeiro horário desta segunda-feira (2) como substituto de José Adolpho Avelino Vieira, na Chefia da Casa Civil. Com Mônica, o governo Taques volta a ter uma mulher no primeiro escalão, equipe feminina desfalcada desde o ano passado, após a saída da secretária Adriana Vandôni Curvo, de Transparência.

 

Entre as metas passadas para a nova secretária, está a manutenção do ritmo de entregas do Cartão Pró-Família. Monica Camolezi participou da equipe que concebeu o programa, carro-chefe da Setas desde a chegada de Russi, no segundo semestre do ano passado.



O Pró-Família foi lançado este ano com a meta dar assistência a 35 mil famílias em situação vulnerável, com renda per capita inferior a um terço do salário mínimo. O programa inclui uma bolsa de R$ 100 a cada família. Mônica deve se reunir com Pedro Taques e Russi para tratar da transição, até o início da noite desta segunda-feira.



Mônica Camolezi é a terceira titular da Setas na gestão Taques. Antes de Max, o secretário era Valdiney Arruda.