PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
05/10/2017 17h01 - Atualizado em 05/10/2017 18h08

Melhor Idade de São Pedro da Cipa visita Abrigo Sombra da Acácia

assessoria de imprensa


Eram 14h, no começo da tarde da última quarta-feira (04.10), quando um
ônibus azul era manobrado no estacionamento. Lá estavam eles, ansiosos
para bater um papo, ouvir músicas antigas e interagir com as diversas
histórias, que remetem a uma viagem ao passado, trazendo à tona as boas
lembranças. Assim se inicia a narrativa de um dia mais do que especial,
onde a prefeitura de São Pedro da Cipa promoveu o encontro da Melhor
Idade do projeto Conviver com os 25 idosos do Abrigo Sombra da Acácia.

 

Sorrisos e abraços apertados complementavam o cenário, ao som da dupla
“Uriel e Mineirinho”, que ali tocavam um rico repertório das mais
eternizadas serestas, dando espaço a alegria de celebrar a vida.

 

“Vamos curtir a vida da gente, pois não sabemos o dia de amanhã”,
refletiu Maria das Graças, de 62 anos. Ela e a amiga Maria de Fátima
(56) também estavam ali por um motivo diferente: Fazer uma visita a
popular “Papacita”. Uma senhora de mais de 60 anos, protagonista de uma
triste história, mas que teve a esperança renovada através do trabalho
desenvolvido pelo abrigo e testemunhada pelo sorriso cativante.

 

“Ela está aqui a mais de 15 anos e ninguém sabe, ao certo, o seu
verdadeiro nome. Sabemos que Papacita estava passando por São Pedro da
Cipa e acabou caindo do caminhão em que era transportada. Pelo fato de
ter problemas psicológicos, morou na cidade por um tempo e logo foi
trazida para cá, onde recebe, até hoje, toda a atenção e cuidados
necessários. Somos a família dela e ela é muito especial para a gente”,
relataram.

 

Confraternização e presentes

O dia diferente não ficou apenas por conta de colocar o papo em dia e
cantar belas canções, mas também na confraternização de um delicioso
lanche, regado a muito cachorro quente, suco e uma singela lembrança.
Tudo preparado com muita dedicação pelas equipes da Secretaria de Gestão
Social.

 

A visita foi acompanhada e operacionalizada pelo Centro de Referência de
Assistência Social (Cras) e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf).

 

Conforme a orientadora social, Leonice Santos, a ação faz parte das
comemorações alusivas a semana do idoso e muitas outras estão sendo
programadas “Essa é a segunda visita aqui com eles e com certeza faremos
muitas outras, além e outras atividades”, garantiu.

 

Projeto Conviver

De acordo com a primeira-dama e secretária de Gestão Social, Rafaele de
Oliveira Russi, as atividades anuais contemplam mais de 100 idosos do
município e a maioria delas é realizada no Centro do Idoso. Um amplo
espaço preparado e climatizado, que fui construído recentemente pela
atual gestão. “Esse número é complementado com participantes das cidades
vizinhas, porém tudo é preparado com muita dedicação pelas equipes”,
assegurou.

 

Para o prefeito Alexandre Russi o mais gratificante em celebrar momentos
como esses é testemunhar a felicidade dos que já contribuíram, de forma
significativa, com a sociedade e hoje merecem todo o nosso respeito.

 

“Uma homenagem singela, mas de todo o coração que fica repleto de
satisfação em saber da importância desse ato simples na vida de cada um
deles. Uma alegria que não tem preço”, analisou.